Cotidiano

PT cria estratégia para atrair tucanos após desistência de Doria

Dirigentes do Partido dos Trabalhadores aproveitaram a saída do ex-governador João Doria (PSDB) da disputa presidencial para defenderem o diálogo com políticos tucanos. De acordo com o Jornal O GLOBO, uma ala da legenda de Lula quer atraí-los para o palanque do ex-presidente ou, ao menos, conseguir uma posição de neutralidade nas eleições deste ano.

Vale lembrar que os dois partidos foram adversários políticos por mais de duas décadas, mas passaram a atuar do mesmo lado, na oposição ao governo, com a chegada de Jair Bolsonaro (PL) ao poder.

Ainda de acordo com o GLOBO, um primeiro movimento foi dado em direção a Minas Gerais. Pessoas próximas ao pré-candidato do PSDB ao governo de Minas Gerais, Marcus Pestana, e ao ex-ministro José Dirceu tentam marcar um encontro entre os dois nas próximas semanas.

Tasso Jereissati (PSDB), por sua vez, tem mantido “frequentes conversas” com o senador e ex-governador da Bahia, Jaques Wagner (PT), segundo um interlocutor petista afirmou à reportagem.

O presidente de honra do PSDB, no entanto, ainda não fez nenhum gesto nessa direção. Apesar da pretensão dos petistas, interlocutores do partido avaliam que conseguir apenas a declaração de neutralidade nas eleições já se configura como uma “grande vitória”.

Bahia.ba

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo