Cotidiano

PT acata Lula e trata Cunha com ‘cautela’

RuiFalcaoPressionada por integrantes do governo, do PT e até pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a bancada petista na Câmara se reúne nesta segunda-feira, 24, com o presidente do partido, Rui Falcão, para discutir se decide apoiar um pedido de afastamento do presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), após ele ter sido denunciado, na semana passada, por corrupção e lavagem de dinheiro na Operação Lava Jato.

Como mostrou o jornal O Estado de S. Paulo ontem, Lula defende “cautela” por parte dos petistas para evitar que partido tenha papel de protagonista em ações contra Eduardo Cunha.A posição dos deputados petistas, a segunda maior bancada da Casa, é considerada decisiva para fortalecer o incipiente movimento que deseja a saída de Cunha do cargo.

Veja mais

PT quer fortalecer Dilma e Padilha, e Rui Falcão já pensa em Lula para 2018

Aliado de Cabral chama Rui Falcão de ‘vagabundo’

Novo tesoureiro do PT tem primeira reunião com presidente Rui Falcão

No dia da denúncia, parlamentares do PSOL, PSB, PT, PPS, PDT, PMDB, PR, PSC, PROS e PTB divulgaram manifesto anônimo contra o peemedebista por considerar “insustentável” a permanência dele no cargo.Antes do encontro, Falcão já deu o tom, em entrevista, da posição que deve defender. Segundo ele, embora considere o fato “gravíssimo”, pretende esperar uma decisão do Supremo Tribunal Federal – se aceita a denúncia transformando Cunha em réu – para exigir o afastamento do presidente da Câmara. “Não vou prejulgar”, afirmou.

Política Livre

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo