Mutuípe

Proprietário da área onde foi construída a creche, diz que prefeitura não pagou parte do terreno

Área construída é maior que a comprada, segundo o proprietário.

Foto: Mutuípe Agora
A creche pró-infância do governo Federal será inaugurada nesta terça-feira (27), mas o proprietário da área onde foi erguida a unidade de ensino, segue afirmando que uma parte do terreno foi invadida pelo município e segundo ele essa parte não foi paga pela prefeitura.
A área era pertencente ao senhor Elias Galdino da Silva, conhecido por Elias da Toyota, ele atesta que a área ocupada pela creche é maior que a área comprada pelo poder público.
Os problemas entre poder público e antigo proprietário da área, começaram logo no período de terraplenagem, quando um poste de energia instalado pelo senhor Elias foi derrubado.
Segundo ele o caso foi encaminhado para a justiça, mas não conseguimos saber em que pé anda o processo. Nesta terça-feira (27), familiares do senhor Elias entraram em contato com nossa redação para informar que a creche será inaugurada sem que o pagamento do excedente fosse pago.
Em entrevista ao nosso portal o Sr. Elias informou que após procurar dois advogados e participar de diversas audiências na prefeitura, recebeu em sua casa o prefeito Carlinhos, que afirmou não ter recursos para pagar a dívida de pouco mais de R$ 30 mil, devido a crise financeira.
A prefeitura de Mutuípe nunca se pronunciou publicamente sobre as denuncias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo