Bahia

Professores das rede estadual e municipal de Feira fazem protesto

PROFESSORES - PROTESTO FEIRAProfessores das redes estadual e municipal do município de Feira de Santana realizaram um protesto em frente à sede da prefeitura na manhã desta quinta-feira (30), contra a PL 4330 (PL das Terceirizações) e o reajuste do governo do estado para os professores da rede estadual, que ainda não foi liberado. As informações são do site Acorda Cidade. Durante o protesto, que faz parte de uma mobilização nacional e ocorreu em outras cidades da Bahia, os professores realizaram uma caminhada pela Avenida Getúlio Vargas. Marlede Oliveira, que faz parte da APLB Sindicato de Feira, disse que essa é uma manifestação vitoriosa. Segundo ela, participaram do protesto professores dos municípios de Ipirá, Irará, Santo Estevão, Itatin, Rafael Jambeiro, Antônio Cardoso, Coração de Maria, Ipecaetá e Anguera. “Hoje é um dia de paralisação nacional. Os trabalhadores ouviram o chamado da nossa entidade e estão aqui presentes para que a gente diga que não aceitamos o reajuste que o governo do estado mandou para a assembleia, que é de 6,41%, parcelado para março e novembro. Nós também queremos que os prefeitos de toda a Bahia cumpram a lei do piso e a reserva da carga horária”, afirmou. Ainda de acordo com a sindicalista, a categoria protestou contra a lei da terceirização: “estamos aqui em repúdio àqueles que querem tirar os direitos adquiridos, pois essa lei da terceirização é a volta da escravidão. Se essa lei passar, as empresas vão contratar professores e não vão mais querer fazer concurso”.

Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar