Cotidiano

Professora cria “chaveiro da autodefesa” para mulheres

Descer do ônibus em uma rua escura na volta para casa, andar apressada, segurando a chave entre os dedos para o caso de se defender de um possível agressor. Essa é uma cena bastante comum no cotidiano de muitas jovens mulheres. “Quem nunca andou com as chaves enfiadas entre os dedos não sabe o que é ser mulher”, desabafa a professora universitária Ana Paula Gaiato, que criou uma espécie de chaveiro de autodefesa em formato de gatinho.

Aparentemente fofo e inofensivo, o acessório é vendido a R$15,00. Feito por impressão 3D, o item pode fazer um bom estrago em quem ousar se aproximar. A novidade já é sucesso nas redes sociais. A publicação de Ana Paula já rendeu mais de mil curtidas e centenas de pedidos pelo produto.

“Achei que venderia uns 15, mas não dei conta de produzir essa semana pela quantidade de pedidos. Jamais esperava que teria uma repercussão tão grande.”

Para Ana Paula, o sucesso de vendas não é exatamente motivo de alegria. “É horrível pensar que só estamos seguras com algo que possa machucar uma pessoa ou com um homem do lado”, lamenta.

Criadora do acessório não imaginava que seria sucesso de vendas
Reprodução

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo