CidadesNotícias

Professor baiano lança app gratuito que prepara alunos para o Enem

professor que lançou app para o enemHá algum tempo, estudar deixou de ser sinônimo de papel, lápis e borracha. Com o desenvolvimento tecnológico, já é possível aprender de maneiras muito mais modernas e mais divertidas.
Atento a esta nova demanda por parte dos estudantes, o professor de física do Instituto Federal da Bahia (IFBA), Paulo Vicente, teve uma ideia inovadora. Ele resolveu criar um aplicativo gratuito que ensinasse conteúdos da disciplina de forma dinâmica e acessível. “Eu queria que os estudantes pudessem ter um guia de referência de física na palma da mão, para poderem revisar as fórmulas e conceitos enquanto estão no ônibus ou em qualquer lugar”, explicou Vicente.
Intitulado de “Física Interativa”, a primeira versão do software foi lançada em fevereiro de 2014 e, em um ano, atingiu a marca de 100 mil downloads. Segundo o professor baiano, no entanto, havia alguns problemas com a versão inicial. “Tinha o inconveniente de somente funcionar quando o celular está com o plano de dados ligado. No entanto, nem todos os estudantes possuem plano de dados. Muitos dos usuários pediam uma versão que funcionasse offline”, contou.
Graças a essa demanda do público, Paulo Vicente lançou, em abril de 2015, uma nova versão do aplicativo que funciona também offline. Estão disponíveis, no software, as principais fórmulas de física, 26 horas de aulas dos principais assuntos além de mais de 100 questões do Enem resolvidas e comentadas.
Veja também
Presos fazem Enem em busca de recomeço; 62 da Bahia foram aprovados em 2014
Ranking de escolas por nota do Enem não é um bom serviço ao público, diz Janine
Escolas estaduais baianas são mal avaliadas no Enem 2014
O aplicativo aparece em primeiro lugar no Google Play com a tag “física” e foi avaliado, pelos estudantes, com nota 4,7 em uma escala de 0 a 5.
Alguns usuários fizeram comentários a respeito do software e não pouparam elogios: “Ótimo aplicativo, muito bem organizado! Parabéns!”, comentou um estudante. “Muito bom, excelente, está me ajudando muito!”, elogiou outro.
Para o professor, a meta agora é incluir vídeos explicativos para cada fórmula ou conceito além de introduzir questionários para avaliar o desempenho dos usuários.(IBahia).

Etiquetas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar