GeralSlide

Procura de brasileiros à embaixada de Seul cresce 500% após ameaça de guerra

CORÉOA DO NORTE - BANDEIRAO número de pessoas que procuram a embaixada do Brasil em Seul, na Coreia do Sul, aumentou em cerca de 500% desde o início das ameaças de guerra feitas pelo governo da Coreia do Norte ao país e aos Estados Unidos. Cerca de 30 pessoas têm entrado em contato por dia com o escritório da representação brasileira para saber se é real a possibilidade de um confronto com a utilização de armas nucleares e como devem proceder diante da situação de tensão. Segundo o setor consular da embaixada, a quantidade de pessoas que recorrem à representação para tirar dúvidas relativas ao possível conflito é seis vezes maior que dos que precisam resolver outras questões, mas o órgão ainda não registrou a saída de brasileiros do país em razão das ameaças. Para o ministro conselheiro da embaixada, Sérgio Luís Lebedeff Rocha, a Coreia do Sul não vive o cotidiano de um país em guerra. “Os brasileiros, principalmente os que estão há pouco aqui, estão preocupados devido ao tom da retórica dos atores principais da crise, principalmente pelo que é divulgado na mídia de fora da Coreia”, explicou, ao lembrar que outras ameaças já foram feitas. “Isso acontece há décadas. Eu que vivo aqui há três anos já não me surpreendo”, revelou. Informações do UOL.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo