Cotidiano

Presidente do PT baiano diz que ACM Neto dá ‘baratino’ ao se desvincular de Bolsonaro

O presidente do PT na Bahia, Éden Valadares, ironizou uma declaração em que o prefeito de Salvador, ACM Neto, mais uma vez nega que o Democratas integre o centrão, bloco parlamentar que hoje dá sustentação ao Palácio do Planalto. Atualmente, o partido do qual ACM Neto é presidente nacional ocupa o maior número de ministérios no governo Bolsonaro —a pasta da Cidadania, sob o guarda-chuva de Onix Lorenzoni, e a Agricultura, com Tereza Cristina.

“Me inclua fora dessa. Nós não integramos o centrão. O Democratas deixou claro ao presidente da República desde o processo de transição em 2018 que não participaria da indicação de cargos e não aceitaria discutir espaços no governo”, disse ACM Neto, presidente do DEM, em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo.

Em sua conta no Twitter, Valadares compartilhou uma publicação do bahia.ba destacando a fala de ACM Neto e ao diário paulista e a classificou como “baratino”.

“Na Bahia, desculpa esfarrapada a gente chama de baratino, que é a mentira para enrolar e tirar de tempo. ACM Neto atualizou esse conceito. Seu partido tem ministros, dirigentes, ocupa incontáveis cargos no governo Bolsonaro mas ele se declara independente. Baratino total!”, escreveu o dirigente petista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo