Notícias

Presidente do PT admite possível rompimento com PSB em 2014

O presidente nacional do PT, Rui Falcão, afirmou que o partido já vê uma tendência de rompimento com o PSB nas eleições presidenciais de 2014. Na sua análise, o tradicional aliado indicou, através do presidente da legenda e governador de Pernambuco, Eduardo Campos, que poderá lançar candidatura independente e estar, inclusive, ao lado do PSDB. “Acho que há uma disposição do PSB de se fortalecer, colocando na ordem do dia a possibilidade de disputar 2014 fora do nosso bloco”, disse, em entrevista ao Estadão. Já nas eleições municipais deste ano, o líder petista avaliou que o cenário atual não está favorável para o partido nas cidades de grande porte. “Temos mais chance nas cidades médias e pequenas. Nas cidades grandes estamos para avaliar o impacto da campanha televisiva. Porque no retrato de hoje só estamos liderando no Recife. E temos expectativa de crescer bastante em Salvador”, defendeu. Falcão não concorda que o mensalão do PSDB seja julgado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) em 2014, em revanche pela apreciação do esquema petista neste ano, próximo às eleições municipais. “Acho que já deveria ter sido julgado pelo prazo que está lá. E também foi desmembrado, um tratamento diferente. Agora, não acho que a gente deve pensar nisso como revanche. Há prazos. E de preferência que não julgue em ano eleitoral, que julgue antes. Não sou favorável a jogar para 2014 para a gente se vingar do PSDB”, ponderou.
Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar