Esportes

Presidente defende que Atlético de Madrid seja declarado campeão da Champions se torneio não acabar

O presidente do Atlético de Madrid, Enrique Cerezo, defendeu que o time colchonero seja aclamado campeão da Uefa Champions League se o torneio não puder ser finalizado por causa da pandemia de COVID-19.

De acordo com dirigente, o critério para isso seria o fato da equipe espanhola ter eliminado o Liverpool, atual detentor do título europeu, nas oitavas de final.

“Ainda faltam partidas das oitavas para jogar, mais quartas, semifinais e final. Entendemos que a Uefa quer centralizar todas essas partidas em uma única cidade, já falaram da Espanha, de Portugal… E fazer um final four com os que sobrarem. Ainda não se sabe nada. Até que seja oficial, estamos falando por falar”, iniciou.

“E o que deveria ser feito no hipotético caso de que não se jogasse mais a Liga dos Campeões por causa do coronavírus, que o campeão fosse o que ganhou do atual campeão”, argumentou.

A eliminação dos Reds foi até agora a maior “zebra” das oitavas de final.

O Atlético ficou com a vaga nas quartas após ganhar por 1 a 0 em casa e depois bater o rival por 3 a 2 em Anfield Road, em uma partida maluca que foi decidida apenas na prorrogação.

Restam ainda quatro séries de oitavas para serem definidas na Champions: Real Madrid x Manchester City, Juventus x Lyon, Chelsea x Bayern de Munique e Napoli x Barcelona.

Além do Atlético de Madrid, já estão classificados Paris Saint-Germain, RB Leipzig e Atalanta.

A final, por sua vez, estava marcada para o Estádio Atatürk, em Istanbul (Turquia). No entanto, ainda não se sabe onde (e nem quando) a decisão irá ocorrer.

Espn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo