Esportes

Presença de público é descartada no primeiro jogo do Carioca; Flamengo tenta torcida dia 22 e Fluminense é contra

Flamengo, Fluminense e Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (FFERJ) se reuniram na tarde desta quinta-feira para novo debate sobre a presença de público nas finais do Campeonato Carioca. O Rubro-Negro e a federação voltaram a se mostrar a favor da volta dos torcedores para o jogo, enquanto o Tricolor se manteve contra. Para o duelo deste sábado a operação já está definida como portões fechados.

Nesta reunião, uma representante da vigilância sanitária reafirmou a proibição de público por decreto, apesar da liberação dos jogos de futebol no Estado. Entretanto, a sensação de quem estava presente é que há chances de uma mudança para o segundo confronto, no dia 22, às 21h05, quando o mando de campo será do Flamengo.

A novela deve seguir nos próximos dias, já que, em nota, a Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro afirmou que vai avaliar a possibilidade de público. O Flamengo trabalha para que haja 30% de pessoas de volta ao Maracanã. Na decisão da Libertadores, por exemplo, a Conmebol conseguiu a liberação para convidados no estádio.

Vale lembrar que ao longo da pandemia os clubes levam alguns convidados para os jogos, mas o Flamengo tem chamado a atenção pelo número elevado de pessoas. O Fluminense também costuma ter dirigentes e funcionários no setor conhecido como Maracanã Mais.

Fluminense e Flamengo fazem o primeiro jogo da final neste sábado, às 21h05, no Maracanã. A discordância nos bastidores vem desde o ano passado, quando houve atrito não só pelo retorno em meio à pandemia mas também por transmissão das partidas.

Lance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo