Geral

Prefeitura de Mutuípe deve 43 mil a Embasa desde 2012

Imagem Ilustrativa
Imagem Ilustrativa

Na noite desta terça feira os vereadores de Mutuípe se reuniram em sessão ordinária para debater os assuntos de interessa da comunidade.

Diante das falas dos pares uma revelação feita pelos vereadores de oposição chamou a atenção, foi enviado para a casa um projeto de lei de n° 04 de 2013 que autoriza o município a celebrar convênios e fazer parcelamento em até sessenta vezes.

Até ai nada anormal, o fato que chamou a atenção foi a denuncia feita por Junior Cardoso, segundo o vereador a prefeitura de Mutuípe deve a Embasa 43 mil reais, deixado pala ex. gestão Neto e Celso.

A prefeitura de Mutuípe está inadimplente com o órgão do governo desde novembro de 2012 e o prefeito atual herdou mais essa divida que junta- se ao precatório de João Ribeiro que em valores atualizado já está em aproximadamente 16 milhões.

O vereador Gil (PT) justificou a divida e afirmou que o prefeito Carlinhos (PT) trabalha para honrar as dividas e que o mais importante e não desaparecer fugindo das cobranças.

Dessa mesma forma o vereador Dinoite do (PT) justificou a disse que o prefeito atual honrará os débitos, pois os dois são do mesmo partido.

Já o vereador Didi Mocó (DEM) foi taxativo e disse que a Embasa deve cortar o fornecimento, pois segundo ele a lei não está sendo cumprida e se a empresa corta o fornecimento de água do pobre com sessenta dias de atraso da conta tem que cortar a da prefeitura também.

 

 

Um Comentário

  1. Hummm.. Interessante!!!
    Concordo com as palavra do vereador Didi Mocó. ( Se corta o fornecimento de água de uma pobre por atrasar o pagamento em 60 dias. Pq não cortar também o da prefeitura??)
    Ahhh que coisa sem cabimento… A prefeitura atrasar o pagamento da conta de água.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo