COVID-19SaúdeVideos

Prefeitura de Manaus começa a fazer enterros em valas comuns, veja vídeos

Apesar do colapso não é possível afirmar que todos os óbitos foram provocados por covid-19, devido a não realização de testes.

Manaus já vive uma fase dramática no enfrentamento ao novo coronavírus (covid-19), desde a semana passada, o sistema público de saúde, entrou em colapso e nesta terça-feira (21) prefeitura municipal informou a abertura de valas comuns para sepultamentos.

Segundo o UOL entre 12 e 19 de abril, foram 656 enterros, nos cemitérios municipais, dados apontam aumento de quase três vezes últimos dias. O número indica aproximadamente 82 velórios por dia, a média do ano passado é 29.

Apensar do aumento, não é possível dizer que todos os óbitos foram provocados por covid-19, uma vez que cadáveres são lavados aos cemitérios sem serem testados para a doença.

No dia 6 de abrir o prefeito Arthur Virgilio do PSDB, já informava o colapso do SUS no estado do Amazonas, ontem a prefeitura informou a instalação de Contêineres frigoríficos nos cemitérios para acomodar os corpos até o momento dos sepultamentos.

As trincheiras como estão sendo chamadas, foram abertas, no cemitério público Nossa Senhora Aparecida, no bairro Tarumã, Zona Oeste da capital.

No boletim diário, divulgado ontem, Manaus registrava 156 mortes por covid-19.

Nas valas estão sendo colocados dez caixões, máquinas trabalham durante enterros ampliando a área. Apesar de polêmica, a metodologia preserva a identificação dos mortos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar