Notícias

Prefeitura de Jequié exonera 17 dentistas e atendimento à população está praticamente suspenso

A prefeitura de Jequié exonerou 17 dos 18 dentistas que realizavam atendimento nos 25 Postos de Saúde da Família (PSF) instalados no município do sul baiano. O decreto foi publicado no último dia 15 de outubro no Diário Ofícial do Município (DOM). Além de exonerar os profissionais, a administração municipal baixou um decreto que comprometeu os serviços realizados no Centro de Especialidades Odontológicas (CEO). Nesta terça-feira (23), a Associação Brasileira de Odontologia em Jequié (ABO) e o Conselho Regional de Odontologia da Bahia (Croba) emitiram nota de repúdio pela medida, assinada pelo atual prefeito Luiz Amaral (PMDB). “Estes decretos eliminam quase que completamente o atendimento odontológico público e gratuito nesta cidade que tem gestão plena em saúde e que recebe incentivos financeiros mensais do governo federal”, criticou. Ainda segundo as entidades, o CEO, implantado em 2006 para atender a diversas especialidades, não realiza qualquer procedimentos há quatro meses, por conta da ausência de servidores públicos da área de serviços gerais, responsáveis pela limpeza e higienização do espaço. “Toda este descaso com a saúde bucal em Jequié é um enorme desrespeito à população e à classe odontológica. O prefeito não enxerga a saúde bucal como prioridade. Ele contraria o que determinam os programas do Ministério da Saúde, como o Brasil Sorridente”, condenou o presidente da ABO em Jequié, Carlos Vieira, em entrevista ao Bahia Notícias. Para o dirigente, “uma necessidade de ajuste financeiro” do município no final do mandato do peemedebista pode ter forçado a demissão dos odontólogos. Ainda segundo Vieira, a denúncia será encaminha aos ministérios da Saúde (MS) e Público da Bahia (MP-BA), já que os recursos, por meio de transferência via governo federal, estão assegurados até dezembro. Só este ano, Jequié já recebeu R$ 372 mil do Piso de Atenção Básica à Saúde Bucal, R$ 154 mil para o CEO e R$ 1,1 milhão para os PSF’s. O Bahia Notícias tentou contato com o prefeito e o secretário municipal de Saúde, mas ambos não foram localizados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo