Cotidiano

Policiais aprendem português para enfrentar criminalidade brasileira no Japão

POLICIA JAPAODados da Agência Nacional de Polícia do Japão indicam que os brasileiros foram responsáveis por 1.619 crimes cometidos em 2014. Por causa dos números, a entidade introduziu o ensino da língua portuguesa no país. O programa tem duração de dois anos, de segunda a sexta-feira, e ensina termos técnicos jurídicos e gírias, como “treta”, “bagulho” e “mano”, conforme disse o professor Miguel Kamiunten em entrevista à BBC Brasil. “Uma preocupação é não ensinar 100% a gramática, mas habilitar esses policiais a se comunicarem oralmente com os brasileiros, principalmente com os jovens”, disse Kamiunten. Apesar do elevado índice de criminalidade, o professor acrescentou que o curso também pretende facilitar o trabalho comunitário em regiões com grande concentração de brasileiros. Cerca de 200 policiais já se formaram no curso. O crime mais cometido por brasileiros no Japão é arrombamento de veículos, com 686 casos registrados em 2014. Por mais de dez anos os brasileiros ocuparam o segundo lugar no ranking de crimes cometidos por estrangeiros no Japão, atrás apenas dos chineses, mas desde o ano passado os vietnamitas passaram a ocupar a posição. Em comparação com 2013, 2014 teve redução de 806 casos de violência. As autoridades acreditam que a queda esteja relacionada à redução do número de brasileiros no país.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo