Geral

Policia desarticula quadrilha que pretendia assaltar agência bancária em Conceição do Almeida.

QuadrilaA policia apresentou na última semana uma quadrilha especializada a roubo a Bancos na Bahia. Quatro suspeitos foram presos durante uma operação conjunta do Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco) e das polícias Civil e Militar na capital e no interior.
O grupo criminoso, que segundo a polícia era composto por nove pessoas e que estava sendo investigado desde o início de março, foi o responsável pela tentativa de assalto a um carro forte no dia 15 de fevereiro num hipermercado de Feira de Santana. Uma lotérica na cidade de Itapicuru também seria alvo de cinco integrantes da quadrilha, onde o dinheiro do roubo seria usado para financiar armamentos pesados para realizar assaltos a agências bancárias na cidade de Crisópolis e Conceição do Almeida. Foram presos Clodoaldo Rocha dos Santos, O “Thiago”, de 40 anos, Reginaldo Ribeiro do Nascimento, conhecido como “Tio”, 44 anos, Joselito Sales Barbosa, “Pantera”, de 36 anos e Samuel Souza dos Santos, de 39 anos. Com eles foram apreendidos uma submetralhadora, três pistolas 380, 45 e 7.66, um revólver calibre 38, 30kg de maconha prensada, 136 munições de diversos calibres, três coletes balísticos, um fardamento completo da Polícia Militar e três veículos. Foto: TV AratuPolicia prende quadrilha que pretendia assaltar agência bancária em Conceição do Almeida1

Ainda de acordo com a polícia, todos os presos tem passagens por roubo a agências bancárias. A quadrilha também operava no tráfico de drogas onde foram encontradas 30 quilos de maconha prensada na residência de um dos integrantes, no bairro de Águas Claras em Salvador, juntamente com os armamentos. Uniformes da Policia Militar também foi encontrados com a quadrilha, que serviriam para eles se infiltrarem na sociedade e arquitetar novos assaltos. (Fala Recôncavo / falareconcavo)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo