Política

PMDB deixa governo Dilma e vai para a oposição

Aos gritos de fora de “Fora PT” e “Brasil Pra Frente Temer Presidente”

size_810_16_9_convencao-do-pmdbEm uma reunião de apenas três minutos o PMDB decidiu por deixar o governo Dilma (PT), a reunião foi presidida pelo senador Romero Jucá (PMDB/RR), que optou pelo rompimento por aclamação.
Com a decisão o partido deixa os sete ministérios no governo petista e cerca de seiscentos cargos.
Na oposição o partido deve apoiar incondicionalmente o impeachment de Dilma, caso ocorra o vice Michel Temer assume o comando do país até 2018.
Nesta segunda-feira (28), o ministro Henrique Alves foi o primeiro a entregar carta de renuncia ao planalto.
Veja mais
Três ministros do PMDB estão indecisos sobre saída do governo
Henrique Alves (PMDB) é o primeiro a pedir demissão do governo Dilma
Debandada do PMDB acelera rito de impeachment
Se Lula assumir ministério, Renan indica apoio do PMDB
 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo