Cidades

PM mata cachorro que brincava com crianças e gera revolta

Crianças brincavam com o cachorro em uma favela de São Paulo.

cachorro morto por policialA morte de um cachorro revoltou a população de Heliópolis, favela em São Paulo, no último sábado (11). Segundo os moradores, policiais militares passavam de viatura pela região quando o cachorro, que brincava com duas crianças, começou a latir e correr atrás do veículo.

Depois de passar quatro vezes pelo local onde estava o cachorro, um dos policiais estendeu o braço para fora e atirou no pescoço do animal. Alguns moradores tentaram socorrer o cão, sem sucesso. Conhecido como Bob era querido na região.  Ele recebia alimentação, banho, tinha uma cama improvisada na calçada e até ia ao pet shop. Revoltados com a morte, populares atearam fogo em lixo, caçambas e um ônibus.

As duas crianças que presenciaram a morte do cachorro ficaram bastante abaladas com a cena. Os moradores ainda questionaram que o tiro poderia ter atingido um deles. Bob tinha 5 anos e vivia há quatro na rua. “Ele era muito querido. Brincava com as crianças, com todo mundo. O que aconteceu foi uma covardia. O pior, foi o policial atirar e ir embora dando risada”, contou uma moradora que preferiu não se identificar por medo de represálias.

A mãe das crianças que estavam próximas ao cachorro confirmou a história, mas não quis conceder entrevista. Os moradores garantem que a cápsula ficou alojada em Bob, que foi enterrado em um terreno do bairro. A cápsula foi guardada. “Se quiserem investigar é só descobrir quem era o policial que estava com a arma que disparou essa bala. É só ter boa vontade”, disse a moradora.

Veja também

Eyshila faz homenagem ao filho que morreu de meningite

Mãe mostra foto de filho no local onde jacaré atacou menino na Disney

A Secretaria de Segurança Pública (SSP) afirmou que não houve nenhum registro de morte de animais no local. Diz ainda que a viatura fazia patrulhamento ao redor de bailes funk da região. “No sábado, um grupo incendiou um ônibus na Estrada das Lágrimas e ateou fogo em sacos de lixo na avenida Almirante Delamare para protestar contra a operação policial. A Força Tática chegou no local e os suspeitos dispersaram. A PM esclarece que não há registro de animais feridos”. Fonte: Correio.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo