Bahia

Petrolina: Justiça determina recontratação de médicos e profissionais de saúde

A Justiça pernambucana determinou que a prefeitura de Petrolina reestabeleça, “imediatamente”, a Unidade de Serviço Avançando (USA) – UTI Móvel – do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) na cidade. A decisão do juiz da Vara da Fazenda Josilton Antônio Silva Reis determina ainda a suspensão de todos os atos administrativos responsáveis pela demissão de médicos e outros profissionais da área. O descumprimento da decisão, tomada na última sexta-feira (30), acarreta multa diária de R$ 10 mil. Entretanto, segundo o Sindicato dos Médicos de Pernambuco (Sindimep), até o momento nenhuma ação foi feita pela atual administração. “Essa ação do Sindmep foi articulada pelo movimento em favor de toda a sociedade de Petrolina. O restabelecimento do serviço é de muita importância para a população. Vamos aguardar a decisão do gestor em face dessa determinação para que possamos fazer uma avaliação e iniciar um canal de dialogo para manter as negociações, mas, de fato, foi a nossa primeira vitória”, comentou Edgar Paulo, médico do quadro permanente da prefeitura e um dos articuladores do Movimento ‘ S.O.S Samu Petrolina’.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo