Cotidiano

Pesquisa aponta que caminhada aumenta fluxo sanguíneo para o cérebro

Um grupo de pesquisadores da Universidade Highlands do Novo México, EUA, descobriu que caminhar aumenta o fluxo sanguíneo no cérebro. De acordo com eles, o impacto dos pés no chão produz ondas de pressão nas artérias que alteram significativamente o suprimento de sangue para o cérebro.

Foram utilizados ultrassons para calcular o fluxo sanguíneo nos hemisférios cerebrais a partir de medidas da velocidade destas ondas e do calibre das artérias em 12 jovens adultos. “O que é mais surpreendente é que demoramos tanto para finalmente medir estes óbvios efeitos hidráulicos no fluxo sanguíneo para o cérebro”, afirmou o líder do estudo, Ernest Greene. “Há uma otimização de ritmo entre o fluxo sanguíneo cerebral e o caminhar.

Tanto o ritmo das passadas quanto seus impactos com os pés estão dentro da gama de uma frequência cardíaca normal, de até cerca de 120 batimentos por minuto, quando nos movemos de forma apressada”, completou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo