Cidades

Pesquisa afirma que tendência à traição é passada de pai para filho geneticamente

casal - sexo 3Uma pesquisa desenvolvida na Charles University, na República Tcheca, apontou que a tendência ao adultério por parte de homens pode ser justificada geneticamente.

Veja mais

Quase metade dos homens hétero têm nojo de fazer sexo oral em mulheres

Natalia Casassola diz ser fã de sexo a três: ‘É a conjugação do prazer’

Sexo de Deus é indefinido, defende grupo feminista anglicano

Segundo o site Vila Mulher, apesar de comum em ambos os sexos, apenas a figura paterna determina esse tipo de comportamento, passado para os filhos homens, de acordo com os resultados. Foram reunidos 86 casais heterossexuais que responderam a perguntas sobre relacionamento, sexo, histórico de traição na família e as próprias infidelidades. Nenhum componente de nível molecular foi utilizado para a análise.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo