Cidades

Paulo Henrique Amorim é condenado à prisão por ofender diretor da Globo

PAULO HENRIQUE AMORIMPaulo Henrique Amorim, apresentador do “Domingo Espetacular”, da Record, foi condenado a cinco meses e dez dias de prisão por ofender o diretor de jornalismo da Globo, Ali Kamel. Em decisão publicada nesta sexta-feira (29), o relator do caso, o desembargador Edison Brandão, avaliou que Amorim está em “autêntica empreitada” contra a honra do jornalista, informou o portal “UOL”, Segundo o desembargador, a vontade de cometer o crime “salta nítido nos autos, ficando clara a intenção em macular a honra de Ali Kamel”.

Leia mais

ACM Neto, prefeito de Salvador, visita obras com o sapato descolando

No aniversário de Neto, namorada se declara: ‘Obrigada por cuidar de mim e de 3 milhões’

Em seu blog jornalístico, o Conversa Afiada, Paulo Henrique acusou Ali Kamel de racismo por conta do livro “Não Somos Racistas – Uma Reação aos que Querem nos Transformar numa Nação Bicolor”. Paulo Henrique afirmou que o diretor da Globo “engrossa as fileiras racistas dos que bloqueiam a integração e a ascensão dos negros” e classificou no texto como uma pessoa “trevoso” – que significa uma pessoa horrível, terrível, medonha.

Leia mais

Filhos de Elton John têm que fazer tarefas em casa para ganharem dinheiro

Em encontro nacional, Lupi anuncia Ciro Gomes como pré-candidato à Presidência

O apresentador, de acordo com o desembargador, “seguramente poderia exercer seu direito à crítica sem emprego de palavras demeritórias e pejorativas”. Como as ofensas foram feitas na internet, a pena foi aumentada em um terço. Ainda segundo o “UOL”, a decisão ainda cabe recurso, o que Paulo Henrique Amorim deverá fazer. Não é, nem de longe, a primeira vez que ele é condenado por escritos em seu blog. Outros jornalistas da Globo já o processaram por ofensas semelhantes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo