Cotidiano

Pastora Bianca Toledo fecha igreja que mantinha com ex-marido após acusações de pedofilia

Ex-marido do Bianca foi solto recentemente, após ter sido encaminhado para Bangu.

(Foto: Reprodução)
(Foto: Reprodução)
A pastora Bianca Toledo resolveu fechar as portas do Ministério AME (Associação Mundial de Evangelização e Ensino), que fundou em conjunto com o ex-marido, o pastor Felipe Heiderich. De acordo com Bianca, a decisão de fechar a entidade surgiu depois que elas descobriu que Felipe abusou sexualmente de seu filho de 5 anos. Foi ela mesma quem denunciou o ex-marido para a polícia.

“Assim que eu soube do ocorrido me reuni com os membros e encerrei a igreja”, contou Bianca em entrevista com o jornal ‘Extra’. Conforme a pastora, a entidade tinha apenas quatro meses oficiais de criação, embora ela e Felipe já pregassem juntos desde 2013.

Ao saberem sobre as denúncias contra Felipe, os religiosos americanos, que era pastou associado da Kingdom Global Ministries (KGM), no Texas, decidiram suspender a licença de pastor que ele tinha. “Embora nós continuemos a te amar e a orar por você, é impossível mantermos sua licença ministerial”, diz trecho da carta que foi divulgada pelo ‘Extra’.

Agora que a AME foi fechada, Bianca afirma que continuará atuando como missionária da Igreja Batista. Ela conta que continuará também com o ministério PROVAVIVA, pelo qual realiza conferências em todo o mundo. Correio24h.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo