Polícia

Pastor que assediou garota de 14 anos disse que vítima tinha ‘capeta no corpo’

Imagens foram gravadas pela adolescente para provar que era assediada.

O pastor evangélico gravado assediando uma adolescente de 14 anos, em imagens feitas pela própria garota, teria dito que a vítima tinha “o capeta no corpo”. De acordo com a publicação, o agressor já tentava se aproveitar dela há cerca de 4 meses, informou o Conselho Tutelar de Goiânia (GO). O religioso foi flagrado dando um beijo, apalpando a jovem e oferecendo dinheiro para ela.

Conforme o UOL, o investigado pode responder por importunação sexual após o caso ser denunciado na Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente. Júnior Borges Leite, conselheiro tutelar da região noroeste, disse hoje ao portal que a garota já havia relatado as atitudes do pastor, mas que ninguém acreditou pela confiança e relação que a família tinha com o homem.

Na gravação, na casa da vítima, o pastor pede um beijo à menina, que recusa, mas ele insiste, consegue e até oferece dinheiro a ela. O homem também fala para a jovem apagar as conversas entre eles que estão no celular. “Deixa eu te dar um beijo bem gostoso. Você vai gostar”, diz ele. (Bahia.ba)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo