Cotidiano

Pai de menino atacado por tigre em zoológico é condenado a 3 anos de prisão

O pai do menino que teve o braço amputado após ser atacado por um tigre no Zoológico Municipal de Cascavel, no Paraná, foi condenado pelos crimes de lesão corporal e omissão a três anos de prisão. A pena será cumprida em regime semiaberto. A decisão e da juíza Fernanda Consoni.

O caso aconteceu em julho de 2014, quando a criança, à época com 11 anos, passeava com o pai. Vídeos comprovaram que o menino desobedeceu as placas do local e pulou a grade de proteção onde estava o tigre, se aproximando do animal. Ele foi atacado logo em seguida. Para a juíza, o pai não impediu o ataque e estava ciente do risco que o filho estava exposto.

Ainda conforme a juíza, a atitude do pai demonstra ausência de cuidado e proteção. A magistrada afirmou que o genitor ainda incentivou o filho a ficar perto da grade para tirar fotos e mexer com o animal.O pai cumprirá pena em regime aberto com prestação de serviços comunitários e restrição de circulação em horários determinados. A pena do caso foi agravada porque o menino perdeu o braço no ataque.

BN

Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar