Cotidiano

Padre Fábio de Melo é criticado na web por apoiar arcebispo acusado de abuso

O padre Fábio de Melo deu início ao ano de 2021 envolvido em uma grande polêmica nas redes sociais. Figura cativa na web, o religioso foi duramente criticado após demonstrar solidariedade ao arcebispo de Belém (PA), Dom Alberto Taveira Corrêa, acusado de abuso sexual por quatro ex-seminaristas.

O caso ganhou repercussão no último domingo (3), após uma reportagem feita pelo Fantástico baseada em acusações divulgadas pelo jornal El País, e vem sendo investigado pela Polícia Civil e pelo Vaticano.

No vídeo exibido pela TV Globo, o padre Fábio de Melo pede orações para o amigo. “Dom Alberto já me amparou muitas vezes. Eu gostaria que as minhas orações e o meu carinho fizessem o mesmo por ele neste momento”.

Além de F. de Melo, quem também defendeu publicamente o arcebispo acusado de abuso foi o padre Marcelo Rossi, que não escapou das críticas.

“Gente chocado com o Padre Fabio de Melo! Primeira decepção de 2021! #Fantastico”, escreveu um internauta. “Padre Fábio de Melo e Padre Marcelo Rossi dando apoio pro bispo abusador. Tá vendo por que que padre não tem que ser famoso? Tudo farinha do mesmo saco”, disse outro.

Entenda o caso

As quatro vítimas com idade entre 15 a 18 anos, relataram ao Fantástico que viveram os piores momentos da vida na casa onde vive Dom Alberto. Segundo os ex-seminaristas, o arcebispo costumava convidar os jovens para visitá-lo e lá praticava os abusos, que teriam acontecido entre 2010 e 2014.

Uma das vítimas, identificada como ‘Z’, contou que um dos principais assuntos abordados por Dom Alberto em seus seminários era a masturbação.

“Quando ele me tocou, na minha parte íntima, disse que aquilo ali era normal, coisa do homem. Mas, assim, eu não via maldade, porque confiei muito, por ele ser uma autoridade, também não tinha experiência. Mas aquilo foi se tornando já permanente e já mais agressivo. Ele já me recebia na porta e já ia logo pegando”.

Em vídeo, Dom Alberto se defendeu de “falsas acusações”, sem citar o teor da denúncia que haviam feito contra ele.

“Digo a vocês que recebi com tristeza a poucos dias a informações da existência de procedimentos investigativos com graves acusações contra mim, sem que eu tenha sido previamente questionado, ouvido, ou tido qualquer oportunidade para esclarecer esses pretensos fatos postos nas acusações”, disse.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo