Cotidiano

Padrasto confessa que arrancou cabeça de bebê em trilha

A Polícia Civil paulista decretou, ontem (14/10), a prisão temporária de Diogo da Silva Leite, que confessou ter degolado e matado a enteada de 1 ano e quatro meses, no interior de São Paulo.

A Polícia Civil paulista decretou, ontem (14/10), a prisão temporária de Diogo da Silva Leite, que confessou ter degolado e matado a enteada de 1 ano e quatro meses, no interior de São Paulo.

A família é moradora de Pindamonhangaba (SP). Ele saiu com a criança para marcar uma consulta médica para um dos irmãos, na última terça-feira (13/10). Então, se dirigiu de bicicleta ao município vizinho de Taubaté pela rodovia Floriano Rodrigues Pinheiro. Em uma mata, cometeu o crime.

Leia a matéria original em Metrópoles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar