Bahia

Operação Infecto: 39 municípios baianos estão envolvidos no desvio de dinheiro público

PFChega a 39 o número de prefeituras baianas envolvidas em esquema de desvio de dinheiro público e sonegação de impostos, conforme relatos da Operação Infecto, que investiga ainda lavagem de dinheiro, e que deflagrada nesta quinta-feira (5/11), detalhada pela Força Tarefa da Polícia Federal, CGU, Receita Federal e MP. De acordo com o site Bocão News, foram cumpridos hoje, dez mandados de busca, sendo oito na Bahia e dois em Pernambuco, em operação conjunta.
 
Conforme o delegado Daniel Madruga, superintendente da Polícia Federal, as prefeituras contratavam de forma irregular as Oscips (Organização da Sociedade Civil de Interesse Público), entidades sem fins lucrativos. Porém essas entidades eram formadas por ‘laranjas’, dentro de um esquema de organização criminosa que fornecia os serviços para a prefeitura. Para cada contrato firmado havia um desvio de 20% de recurso público.
 
Foi apreendido também um veículo Hilux. No total estima-se que R$ 90 milhões foram desviados e R$ 85 milhões sonegados. Segundo o delegado, as investigações nos municípios de Barreiras, Uauá e Ipirá serviram de base para as outras cidades.
 
A investigação continua e a polícia federal não informou quando termina a operação, porém na próxima fase os agentes irão ouvir todos os investigados já identificados, analisar o material recolhido e fazer as devidas perícias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo