Notícias

ONU divulga relatório sobre controle de presídios brasileiros por facções criminosas

O Subcomitê de Prevenção da Tortura da Organização (SPT) das Nações Unidas (ONU) divulgou, nesta quinta-feira (14), relatório que aponta problemas e apresenta denúncias sobre a situação do sistema carcerário brasileiro. De acordo com o colegiado, a prática de corrupção foi evidenciada pelo controle quase completo de certos locais de detenção pelos grupos do crime organizado. Segundo o SPT, os salários inadequados dos policiais são uma das causas originárias da corrupção. Em um dos casos citados pelo documento, detentos subornam policiais por R$ 10 mil para serem libertados e até mesmo para satisfação de necessidades básicas, como banho de sol. Além disso, há roubo de provas por policiais; pagamento, por parte dos familiares, para visitar os detentos; e pagamento em troca de proteção, entre outros. Para evitar que os problemas nos presídios continuem, o subcomitê recomendou ao Brasil a alocação de recursos orçamentários suficientes para garantir o pagamento apropriado das forças policiais, além de atenção com as denúncias. “O SPT recomenda investigação das alegações de corrupção e, nos casos em que se suspeite que um crime foi cometido, o encaminhamento de informação relevante ao Ministério Público”, diz o documento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo