GeralSaúde

Ômicron: crianças estão entre os mais vulneráveis da nova variante do coronavírus

Especialista fala sobre cuidados importantes para evitar internações pediátricas.

Após quase dois anos convivendo com o coronavírus, ainda surgem fatos e curiosidades desconhecidos sobre a doença. Desde sequelas, novos sintomas, taxa de transmissibilidade e mutações, a pandemia gerou um cenário de incertezas em todo o mundo.


Recentemente o Brasil começou a vacinar crianças e adolescentes. A Bahia organizou este público em dois grupos distintos. A vacinação chegou primeiro para a faixa entre 12 e 17 anos e, finalmente, as crianças entre 5 e 11 anos começaram a ter direito a imunização.


Diferente do início da pandemia, em que idosos foram as maiores vítimas da covid-19, atualmente as crianças são responsáveis por um número expressivo de internações hospitalares nas unidades de terapia intensiva (UTI’s), em decorrência da variante Ômicron. Esses dados são resultantes da flexibilização das medidas de isolamento, reabertura de ambientes coletivos e a vacinação que ainda segue em fase inicial deste público.


Para a pediatra e professora do curso de medicina da Faculdade Unime, Dr. Adriana Cardoso, os adultos são responsáveis por proteger essa população num momento delicado, evitando uma disseminação de casos da doença entre as crianças.


“Sabemos que os pequenos não têm uma noção real do que está acontecendo. É responsabilidade dos pais e responsáveis orientá-los sobre como se comportar em ambientes públicos e, quando possível, evitar locais aglomerados. Ainda estamos em situação de atenção”, alerta a médica.


Um levantamento do Ministério da Saúde aponta que, entre janeiro e julho de 2021, 15.483 crianças de 0 a 9 anos foram internadas por Covid-19 no Sistema Único de Saúde (SUS), em todo o Brasil. Em 2020, de abril a dezembro, foram 10.352 internações na mesma faixa etária.


A Dr. Adriana Cardoso demonstra preocupação com a transmissão da Ômicron. “A taxa de contaminação da Ômicron, segundo os pesquisadores, é comprovadamente superior à cepa original. Já estamos vendo os vacinados se infectando, ainda que seja menos grave, mas é um sinal de alerta para as crianças”, diz a pediatra.


Por fim, a médica orienta: “A melhor solução é nos prevenirmos, e sabemos como fazer isso. Precisamos manter o distanciamento, seguir as orientações das autoridades de saúde e, aos pais, peço que deixem as crianças distantes dos espaços lotados. Elas estão muito vulneráveis”, conclui a especialista.

Unime

Fundada em 2000, a União Metropolitana para o Desenvolvimento da Educação e Cultura (Unime) já transformou a vida de milhares de alunos, oferecendo educação de qualidade e conteúdo completo ao aluno em seus cursos de graduação, pós-graduação, extensão, presencial ou a distância.

Presente no estado da Bahia, a Unime presta inúmeros serviços gratuitos à população por meio dos Núcleos de Prática Jurídica, Hospital Veterinário, Clínicas-Escola de Odontologia, Fonoaudiologia, Fisioterapia e Nutrição, locais em que os acadêmicos desenvolvem os estudos práticos. Focada na excelência da integração entre ensino, pesquisa e extensão, a Unime oferece formação de qualidade e tem em seu DNA a preocupação em compartilhar o conhecimento com a sociedade também por meio de projetos e ações sociais.

Em 2010, a Unime passou a integrar a Kroton. Para mais informações, acesse o site e o blog da Unime.

Sobre a Kroton 

A Kroton nasceu com a missão de transformar a vida das pessoas por meio da educação, compartilhando o conhecimento que forma cidadãos e gera oportunidades no mercado de trabalho. Parte da holding Cogna Educação, uma companhia brasileira de capital aberto dentre as principais organizações educacionais do mundo, a Kroton leva educação de qualidade a mais de 936 mil estudantes do ensino superior em todo o País. Presente em 1.672 municípios, a instituição conta com 131 unidades próprias, sob as marcas Anhanguera, Pitágoras, Unic, Uniderp, Unime e Unopar e é, há mais de 20 anos, pioneira no ensino à distância no Brasil. A Kroton possui a maior operação de polos de EAD no país, com 2.259 unidades, e oferece no ambiente digital 100% dos cursos existentes na modalidade presencial. Com a transmissão de mais de 1.000 horas de aulas a cada mês em ambientes virtuais, a Kroton trabalha para oferecer sempre a melhor experiência aos alunos, apoiando sua jornada de formação profissional para que possam alcançar seus objetivos e sonhos. Para mais informações acesse Kroton

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo