Slide

O verdadeiro cego é aquele que não quer enxergar, por Brício Lopez

B67kNEWIAAAMyeROk. Entendo e concordo, de certa forma, com muita gente que, parte (ou grande parte) da imprensa quer depor este governo, afinal, dinheiro é a razão para quase todas as ações humanas neste mundo. Porém, alguém aí quer negar que há crise política e econômica no país?
Que a Petrobras pagou contratos superfaturados para Odebrecht e OAS e estas repassaram parte dos valores para o PT e seus aliados (aproximadamente R$ 6 bilhões), cujo tesoureiro, marqueteiro, além de grandes empresários estão presos (alguns deles já foram até condenados)?
Alguém se atreve a negar que o ex presidente Lula está envolvido até o pescoço num esquema fraudulento que causou prejuízos para mais de 7.000 pessoas em São Paulo e está sendo investigado em duas frentes: pelo Ministério Público de São Paulo e pela Polícia Federal na Operação Lava Jato?
Que o PMDB está dividido e pode romper com o governo a qualquer momento porque quer mais e mais espaço. Alguém aí quer negar que o PIB (a soma de todas as riquezas do país) está 4% menor, com desemprego aumento e indústria parando, devido à altíssima carga tributária que este governo nos impõe?
Que a presidente Dilma vê seus aliados se afastarem, popularidade cair e o povo indignado com sua gestão ir às ruas aos milhões pedir sua cabeça por causa de tantas denúncias de corrupção envolvendo pessoas de sua absoluta confiança, e o pior: seu nome ser citado diversas vezes?
Às vezes, penso que este partido pretende nos transformar numa espécie de Venezuela. É! A Venezuela, sabe? Aqui do lado, cujo atual presidente, Nicolás Maduro, é um ex-motorista de caminhão, sem formação adequada para o cargo. Com inflação galopante, corrupção saltando à estratosfera, desabastecimento e um governo que quer se perpetuar no poder a qualquer preço, a ponto de prender oposicionistas e controlar o judiciário, a Venezuela se assemelha muito com o Brasil.
Do ponto de vista científico, a inteligência é a característica que nos difere das outras espécies de animais. Todavia, essa inteligência entra em desuso quando permitimos que a maior autoridade do país continue no cargo, mesmo após um dos seus homens de confiança, Delcídio do Amaral (afinal, ele era o líder do PT no Senado), contar que ela sabia sobre os problemas da refinaria de Pasadena, nos EUA, que causou enorme prejuízo para a Petrobras.
No início do ano, a presidente falou, em pronunciamento à nação que 2015 foi um ano difícil. Se preparem porque 2016 pode ser pior ainda.
O Brasil passa por um momento lastimável. Os nomes dos maiores líderes políticos, em sua maioria, estão na lama e somente o povo pode reverter este panorama. (a rima não foi intencional)
Creio que todos estes fatos noticiados nos últimos meses na imprensa não são um mero complô midiático. O verdadeiro cego é aquele que não quer enxergar. Texto: Brício Lopez.
Veja mais
‘A Lava Jato não chega em mim’, teria dito Dilma, segundo jornal
Investigado na Lava Jato, Cunha pressiona diretor da Polícia Federal, diz coluna
Procuradores da operação Lava Jato vão endurecer com Marcelo Odebrecht

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo