COVID-19

Nordeste pode ter segunda onda de Covid-19 nos próximos meses; “há um risco real”, diz Miguel Nicolelis

O Comitê Científico do Nordeste publicou um alerta nesta sexta-feira (23/10) sobre a possível chegada de uma segunda onda de contaminação da Covid-19, gerada pelo relaxamento nos cuidados, campanhas eleitorais e vinda de turistas europeus para o verão. Os dados da pesquisa mostram qua a Bahia tem apresentado uma queda lenta no número de casos, mas a taxa de letalidade, ou seja, número de vítimas que morrem, aumentou.

Com a vinda de turistas europeus fugindo do inverno para as praias nordestinas, a  doença pode voltar a crescer. “Há um risco real de que nos próximos meses tenhamos um fluxo de portadores do Sar-cov-2, até de cepas diferentes das que aqui prevalecem”, alerta Miguel Nicolelis, neurocientista e um dos coordenadores do Comitê Científico do Nordeste. O cientista recomenda a implantação, em todos os aeroportos, de estandes sanitários com equipes de saúde munidas de folhetos informativos, equipamentos de aferição de temperatura e kits de testagem rápida de passageiros provenientes do exterior.

O neurocirugião orienta, ainda, a adoção de quarentena de 14 dias para os turistas que não apresentarem atestados de que estão saudáveis. “Já passamos por essa situação de ver os acontecimentos primeiro na Europa e depois se reproduzindo aqui. Temos uma oportunidade, desta vez, de não deixar isso se repetir”, reforça Nicolelis.

Leia a matéria original em AratuOn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar