Política

Neto diz estar “aberto para diálogo” com Rui, ao ser indagado sobre aliança em 2022

Depois do governador Rui Costa (PT) afirmar, durante entrevista ao jornal Globo, que aceitaria formar uma aliança eleitoral em 2022 como “todos os adversários”, inclusive o DEM, para concorrer contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), quem considera “truculento”, o prefeito ACM Neto disse que não foge do diálogo para “pensar no futuro”, mas lembrou que, neste momento, as energias estão concentradas nas eleições municipais.   

“A politica é feita de diálogo, não tenho nenhuma barreira de estabelecer diálogos com partidos políticos, mesmo de campos diferentes do meu. Não tenho nenhuma dificuldade de manter um diálogo de alto nível com o governador. Acho que isso é bom para a Bahia. Nossa relação nesse período de pandemia vem sendo objeto de reconhecimento de todos. Onde a gente vê o radicalismo de muitos, você tem um prefeito e governador que todos sabem que são de campos políticos antagônicos, deram as mãos e se juntaram para preservar a vida das pessoas. É possível conduzir a vida pública, com espírito público”, comentou Neto.

 “A abertura para a reflexão sobre o presente futuro é algo saudável para todos e da minha parte eu tenho sempre disposição de conversar com o governador, com os partidos políticos. Agora, nesse momento eu não posso falar nada em relação a 2022. Seria precipitado da minha parte dizer isso, cada partido tem sua própria dinâmica. Espaço e disposição para o diálogo da minha parte sempre vai existir, com os demais partidos, com o governador e com as forças políticas. Com que objetivo? Pensar no futuro. Não tem que está fechado ao diálogo, é fundamental, é assim que a gente constrói uma sociedade mais forte. Questões eleitorais não podem ser tratadas nesse momento porque temos ainda as eleições municipais”, completou. 

Alianças

O petista é visto como nome do partido para disputar a presidência da República. Segundo ele, a união deve ser em torno do conteúdo de ideia e não em um nome específico. Sobre uma possível chapa com o DEM, PSDB, PT e PSB , Rui Costa disse que vai sentar com todos eles e conversar.

“Todos têm que colocar a sua vaidade pessoal, sua vaidade partidária, um degrau abaixo do interesse da nação, do Brasil. Acho que todos devem se unir. No estilo da eleição americana, temos que demonstrar quanto está sendo ruim, quanto será desastroso para o Brasil se nós não mudarmos o rumo do país”, disse o governador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar