Esportes

Neto Baiano explica decisão de não jogar contra o Atlético-PR

Negociando sua saída do clube para o futebol japonês, o atacante do Vitória, Neto Baiano, surpreendeu à todos nesta tarde de quinta-feira (19) ao revelar que pediu ao presidente rubro-negro Alexi Portela para não jogar a partida de sábado, contra o Atlético-PR, pela Série B.

– Estava agora com o presidente e, para me preservar, conversei com Raimundo [Queiroz, diretor de futebol]. Eu, Neto, pedi para não jogar. Então não vou para o jogo. A responsabilidade é minha, a decisão é minha, agradeço á todos por acatar a decisão. Só tenho que agradecer – disse.

 O artilheiro do Brasil ainda falou sobre a proposta do Kashiwa Reysol.

 – Tenho 30 anos e preciso definir a minha situação financeira. Aconteceram algumas coisas na minha vida, que não preciso expor aqui. Minha vida financeira ainda é indefinida. Tenho que tentar ganhar alguma coisa fora para colocar minha vida no eixo para, quando parar, dar uma vida tranquila para minhas filhas. Conversei com a diretoria e mostrei que eu preciso. O Alexi (Alexi Portela, presidente do Vitória) sabe da minha vontade. A diretoria não quer me liberar, mas estou tentando forçar um pouco, porque é uma proposta muito boa. O que pesa é a grana, porque amor ao Vitória eu acho que ninguém tem mais do que eu – falou.

Neto ainda tratou de provocar o rival Bahia, em tom de despedida da Toca do Leão.

– Já falei para Alexi Portela que quero voltar com o Vitória na Primeira Divisão e o outro lado na Série C. São três anos fora e eu volto com o Bahia na Série C.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo