Cotidiano

Não existe déficit na previdência, diz relatório de CPI no senado

Relatório de CPI da previdência não encontra déficit no sistema. Má gestão sim.

(AndreyPopov/Thinkstock)

Um relatório com 253 páginas elaborado pela CPI da Previdência – Comissão Parlamentar de Inquérito, apontou nesta segunda-feira (23), que não existe déficit na previdência social.

Segundo o senador Hélio José  (PROS-DF), relator da comissão, o que existe na previdência é má gestão: “está havendo manipulação de dados por parte do governo para que seja aprovada a reforma da Previdência”. Ele acrescentou que “quando o assunto é Previdência, há uma série de cálculos forçados e irreais”, Diz ele.

O relatório aponta falhas no sistema, “maior e mais grave problema da Previdência Social vem da vulnerabilidade e da fragilidade das fontes de custeio do sistema de seguridade social”.

O documento critica as bonificações aos sonegadores, a apropriação indébita e o Refis – programa de parcelamento de dividas.

 

Diferente das demais comissões onde são pedido indiciamentos de pessoas, a CPI da previdência, aponta soluções para corrigir falhas no sistema, uma delas proíbe a aplicação da Desvinculação de Receitas da União às receitas da seguridade social, são sugeridos dois projetos de lei (PLS), e três propostas de emenda constitucional (PECs).

O relatório precisa ser votado até o dia 6 de novembro, prazo final do funcionamento da comissão, a secretaria da previdência foi procurada pela EBC – Agência Brasil, mas não obteve resposta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo