Mutuípe

Mutuipense vítima de AVC e inflamação pulmonar aguarda regulação desde domingo (21), estado descumpre liminar

Um morador de Mutuípe está há cinco dias internado no Hospital Clélia Chaves Rebouças – HCCR aguardando regulação para um hospital de alta complexidade.

Segundo dados enviados a redação do Mídia Bahia, Nasciso Santos Andrade, 73 anos, deu entrada no HCCR, no sábado (20), com hipertensão, crise convulsiva e pouca consciência, o que levou o médico plantonista a suspeitar de AVC – Acidente Vascular Cerebral, o paciente também está com uma inflamação pulmonar e insuficiência renal, a alimentação acontece por meio de sonda e o caso é considerado grave pelos médicos.

No dia 21, ás 9h22min, seu Nasciso foi colocado na tela de regulação da SESAB – Secretaria de Saúde da Bahia.

Nos quatro dias seguintes o paciente evoluiu com pioras, quadro atestado por diversos médicos.

A advogada da família Dr.ª Ariadne Aranha, fez o pedido de limitar, levando o caso à justiça, sendo prontamente atendido pelo Juiz de Mutuípe que deferiu, determinando a transferência com urgência, no prazo de 48 horas, para o Hospital Roberto Santos em Salvador, sob risco de punição com multa diária de de R$ 5 mil reais, limitada em R$ 200 mil em caso de descumprimento. O MP determinou ainda que o Estado através da SESAB faça a transferência de UTI Móvel – Unidade de Terapia Intensiva, diante da gravidade do caso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo