Mutuípe

Mutuípe: paciente com Síndrome de Down morreu por complicações da covid-19

O paciente que deu entrada no Hospital Clélia Chaves Rebouças em Mutuípe, na segunda-feira (22), em estado gravíssimo e morreu em seguida, sendo enquadrado como caso suspeito de novo coronavírus, teve o óbito confirmado, tendo como causa covid-19, ontem (29).

A vítima tinha Síndrome de Down – alteração genética causada por erro na divisão celular.

Pessoas que com Down tem risco maior de contaminação, significando que uma pessoa pode pegar a doença mais facilmente e desenvolver um quadro mais grave.

segundo pesquisadores as pessoas que nascem com a síndrome têm dez vezes mais risco de morrer de Covid-19 em comparação àquelas fora dessa condição.

Os cientistas também descobriram um risco quatro vezes maior de internações relacionadas ao novo coronavírus para aqueles com Síndrome de Down, “um grupo que atualmente não está estrategicamente protegido”, de acordo com o relatório do jornal acadêmico Annals of Internal Medicine.

Com previsão de vacinação na fase 3 da campanha nacional de imunização contra a covid-19, alguns municípios começaram a vacinação das pessoas com Down nesta terça-feira (30), é o caso de Natal no Rio Grande do Norte.

Dados do boletim epidemiológico do município indicam 18 óbitos confirmados, no somatório feito pela imprensa são 19, por motivos desconhecidos, um dos casos não foi incluído no boletim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo