Esportes

Mudança no contrato com Atlético-MG faz Sampaoli o mais bem pago do futebol brasileiro.

A mudança de 2020 para 2021 trouxe um benefício para o técnico Jorge Sampaoli e não é exatamente a possibilidade de ainda ser campeão do Campeonato Brasileiro pelo Atlético-MG. Na virada do ano, o argentino tornou-se o profissional mais bem pago do futebol nacional.

Segundo o jornalista, o contrato de Sampaoli com o Atlético-MG não tem mais uma trava cambial, que o impedia de receber no Brasil de acordo com o valor real do dólar.

Um acordo com a diretoria permite que o valor pago para ele seja cotado com a cotação do dólar do dia do pagamento. Assim, o salário mensal de 400 mil dólares acompanhará a variação cambial.

Por exemplo, hoje o dólar está cotado em R$ 5,4966, segundo o Banco Central. O que o faria receber R$ 2,1 milhões. Há uma semana, ele estava cotado em R$ 5,1626, daria R$ 2 milhões.

Não é apenas Sampaoli que começou o ano com motivos para sorrir. A comissão técnica dele também receberá o salário com a cotação do dólar do dia do pagamento. O Atlético-MG desembolsa 150 mil dólares na soma para pagar os assistentes do argentino. Hoje, R$ 824 mil.

Assim, a equipe de Belo Horizonte terá as despesas no futebol infladas, arcando com uma folha próxima de R$ 3 milhões mensais. É importante dizer que oficialmente o clube não confirma os valores pagos (embora reconheceu ao jornalista o fim da trava cambial), afirmando que o custo da comissão técnica, com Sampaoli, é de 400 mil dólares (R$ 2,1 milhões, hoje).

Nicola diz ainda que o salário de Sampaoli é também o maior valor já praticado por um clube de futebol brasileiro, superando o de Dudu nos tempos de Palmeiras. Ele recebia R$ 2,1 milhões por mês.

Abaixo de Sampaoli, os mais bem pagos são o atacante Gabigol, que fatura R$ 1,6 milhão por mês no Flamengo, e o meia Daniel Alves, com R$ 1,5 milhão mensal no São Paulo.

Vale lembrar que o Atlético-MG ainda tem chance de terminar a temporada 2020 como campeão brasileiro. O time é o terceiro colocado, com 49 pontos, abaixo de Inter (53) e São Paulo (56). O time tem jogos a menos e enfrentá o Red Bull Bragantino nesta segunda-feira (11).

Jorge Nicola / Espn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo