Sem categoria

MPF acusa Lula de autopromoção e o responsabiliza por prejuízo de R$ 10 milhões

O Ministério Público Federal acusa o ex-presidente Lula de ser responsável por um prejuízo de R$ 10 milhões aos cofres públicos, buscar autopromoção, fazer publicidade pessoal e favorecer o Banco BMG, ao enviar a aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) uma carta com informações sobre o programa de crédito consignado do governo federal. Lula é réu, assim como o ex-ministro da Previdência Social Amir Lando, em um processo que investiga atos de improbidade administrativa. A ação começou a tramitar em janeiro de 2011 na Justiça Federal do DF. A denúncia cobra de Lando a devolução de R$ 10 milhões aos cofres públicos. O juiz Paulo César Lopes decidirá até o final de setembro se dá prosseguimento à ação. O documento do MPF que lista as acusações contra Lula – ao qual teve acesso o Globo – é uma réplica da procuradora da República Luciana Loureiro à defesa preliminar apresentada pelo ex-presidente, por meio da Advocacia Geral da União (AGU).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo