Cotidiano

Mourão minimiza insinuação de Bolsonaro sobre usar pólvora para proteger Amazônia

O vice-presidente da República, Hamilton Mourão (PRTB), resolveu minimizar a declaração do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), que sugeriu usar “pólvora” para proteger a Amazônia dos Estados Unidos. Para Mourão, a fala dele fez referência a um “aforismo antigo”.

“Acho que ele se referiu a um aforismo antigo que diz que quando acaba a diplomacia entram os canhões, foi isso que ele se referiu”, disse o vice, na manhã desta quarta-feira (11), segundo o jornal O Estado de S. Paulo.

A declaração do presidente foi feita na noite de terça (10), em uma cerimônia no Palácio do Planalto. Na ocasião, Bolsonaro falou de possíveis sanções econômicas dos Estados Unidos ao Brasil, caso o desmatamento na Amazônia não seja controlado pelo governo federal.

“Assistimos há pouco um grande candidato à chefia de Estado dizendo que, se eu não apagar o fogo da Amazônia, ele vai levantar barreiras comerciais contra o Brasil. E como é que podemos fazer frente a tudo isso? Apenas pela diplomacia não dá”, afirmou, em referência ao presidente eleito do país, Joe Biden. Apoiador do atual presidente Donald Trump, Bolsonaro até agora não reconheceu a vitória do democrata na eleição.

Bahianoticias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo