Slide

Moradora de Presidente Tancredo Neves denuncia condições de sepultamento do pai

Pai da jovem seria sepultado em cima de outro caixão colocado no local há pouco tempo.

cemiterio ptnUma denuncia no facebook tem chamado à atenção dos moradores de Presidente Tancredo Neves, uma família não permitiu que o ente-querido  fosse sepultado no cemitério municipal, devido  as condições oferecidas para enterrado o corpo.
De acordo com as informações postadas, a cova foi aberta em cima de outra já existente no local e utilizada há poucos dias, a denuncia dá conta que foi escavado dois palmos, dando para visualizar embaixo um caixão, o mau cheiro também foi percebido pelos presentes.
Os familiares abortaram o sepultamento no local e se deslocaram para a zona rural, a familiar que fez a postagem cobra da prefeitura uma justificativa e solução para o problema.
Leia a seguido o que postou a moradora Jaqueline Pereira:  “Esperei a poeira abaixar, e eu engolir um pouco meu desespero. Meu grande herói, o amor da minha vida, faleceu na ultima sexta feira. No sábado, ás 07:30 da manhã, fomos ao cemitério da cidade na qual moramos, Presidente Tancredo Neves. Certos que íamos chegar, encontrar a cova feita, enterrar meu Pai e com o coração partido voltaríamos pra casa. Pra nossa surpresa, chegamos lá, e deparamos com uma cova de 2 palmos e 3 dedos de profundidade. Aquilo foi de partir o coração, tanto meu, como da minha família, parentes e amigos presentes. Na cova, havia já um caixão de pouco tempo colocado ali. O mal cheiro contagiante, nos incomodava.  Era impossível enterrar meu pai ali. Como estamos em época de chuva, a mesma iria espalhar a terra, deixando a cova a mercê dos Urubus, cachorros, e por aí vai. Retiramos o caixão do cemitério e por sorte, na região da zona rural, lá no “Rio de Valdo de Ernesto” havia um cemitério. Fomos pra lá. Os homens da minha família cavaram a cova, e assim enterramos meu amado Pai. Eu até agora quero saber até que ponto essa falta de respeito vai. A cidade esta em crescimento, pessoas morrem e não tem lugar digno para ser enterrado. “Tancredo Neves, minha cidade, o meu orgulho “Orgulho de quê mesmo?! Acho que a população precisa de um pouco mais de amparo e respeito. Assim como aconteceu com minha família, poderia acontecer com qualquer um. Acho que tanto o prefeito, quanto o vice, e vareadores tem família. Me respondam só essa pergunta: Gostariam de enterrar algum ente de sua família numa situação dessas? Eu acho que não né?! Será que não está mais do que na hora de tomarem as providências cabíveis?!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo