Sem categoria

Ministros desistem de sessão extra para acelerar julgamento do mensalão

Três ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) que na semana passada defenderam a realização de sessões extras para acelerar o julgamento do mensalão manifestaram nesta terça-feira (18) contrariedade em relação à hipótese de se agendar novas datas para análise da ação penal. A conclusão no Supremo é que não haverá “eficácia prática”, disse Luiz Fux. Presidente Ayres Britto diz que, se relator pedir, questão será analisada. O julgamento já dura um mês e meio. Na semana passada, chegou a ser discutida a possibilidade da ampliação de três para quatro do número de sessões semanais destinadas a julgar o processo. No entanto, nada ficou definido. Na tarde desta terça, antes das sessões das turmas do Supremo, os ministros Marco Aurélio Mello, Luiz Fux e Ricardo Lewandowski falaram sobre o tema. Informações do G1.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo