Cotidiano

Ministro do STF afirma que Rodrigo Janot é o 'condutor incontestável das investigações'

TEORI ZAVASCKO ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal (STF) reconheceu nesta quarta-feira o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, como “condutor condutor incontestável das investigações”. Com isso, ele autorizou a abertura dos inquéritos da Operação Lava Jato, que envolve 22 duputados e 11 senadores que supostamente foram beneficiados por esquema de corrupção na Petrobras. “O modo como se desdobra a investigação e o juízo sobre a conveniência, a oportunidade ou a necessidade de diligências tendentes à convicção acusatória são atribuições exclusivas do procurador-geral da República, mesmo porque o Ministério Público, na condição de titular da ação penal, é o verdadeiro destinatário das diligências executadas”, explica Zavascki. As investigações sobre os desvios de dinheiro na estatal que aconteceram entre 2003 e 2014 motivaram a abertura de 25 inquéritos, a partir dos depoimentos em delação premiada do ex-diretor de Abastecimento da Petrobrás Paulo Roberto Costa e do doleiro Alberto Youssef.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo