Sem categoria

Mensalão: José Dirceu é condenado por maioria do STF

A maioria dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) concluiu, nesta terça-feira (9), que o governo Lula, entre 2003 e 2005, por meio da atuação do ex-ministro da Casa Civil, José Dirceu, comandou um esquema criminoso para a compra de apoio político no Congresso. Os ministros chegaram à conclusão que Dirceu, com o ex-presidente do PT, José Genoino, o ex-tesoureiro Delúbio Soares, e o grupo do empresário Marcos Valério, cometeram corrupção ativa ao esquematizar o desvio de recursos públicos que, misturados a empréstimos bancários fraudulentos foram utilizados para a compra de apoio político. Com esse julgamento, o STF rejeitou a tese da defesa de que houve caixa dois eleitoral, defendido pelos acusados nos últimos sete anos e rebateu, inclusive, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva que classificou o mensalão de “farsa”. Com a sessão desta terça, a Corte já condenou 25 dos 37 réus por crimes como corrupção passiva e ativa, lavagem de dinheiro, peculato e gestão fraudulenta. Além da cúpula petista, estão entre eles líderes do esquema como Marcos Valério, a dona do Banco Rural, Kátia Rabello, além de Roberto Jefferson e dos deputados Valdemar Costa Neto (PR-SP) e João Paulo Cunha. Foram inocentados cinco réus: Geiza Dias, funcionária de Valério, Ayanna Tenório, do Banco Rural, Antonio Lamas, do ex-PL (atual PR) e os ex-ministros Luiz Gushiken e Anderson Adauto, por falta de provas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo