GeralSlide

Menor do sinalizador presta depoimento em Guarulhos e deve ser punido pela Gaviões

ADOLESCENTE SINALIZADORO adolescente H.A.M, de 17 anos, prestou depoimento nesta segunda-feira (25), na Vara de Infância e da Juventude da cidade de Guaraulhos, onde confessou ser o suposto autor do disparo acidental de um sinalizador que matou Kevin Espada, de 14 anos, na Bolívia. O menor passou mais de duas horas em conversa com o promotor Gabriel Rodrigo Alves.

Como o caso envolve um menor de idade, o Ministério Público informou que as informações serão tratadas como segredo de justiça.

O advogado da Gaviões da Fiel, Ricardo Cabral, acredita que o menor não corre risco de ser internado na Fundação Casa.

– Ele não cometeu crime no Brasil, não foi autuado em flagrante, está se apresentado por livre e espontânea vontade e quer pagar pelo fato impensado. Tem bons antecedentes, nunca teve passagem por delegacia nenhuma, então com certeza vai responder o processo em liberdade na justiça brasileira – disse Cabral.

O causídico ainda acrescentou que o menor será punido de acordo com as normas internas da Gaviões da Fiel.

– O menor vai receber uma punição da Gaviões da Fiel, porque ele levou os artefatos sem o consentimento da direção da torcida – afirmou.

Por enquanto, os corintianos presos em Oruro continuam na mesma situação. Como no Brasil, nenhum cidadão brasileiro não pode ser extraditado, o menor só poderá ser interrogado na Bolívia  e ser submetido às leis locais por vontade própria. Situação pouco provável, já que a maioridade no país vizinho tem início aos 16 anos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo