Cotidiano

Meningite Meningocócica, conheça sintomas, tratamento e como evitar

Meningite é uma infecção das membranas que revestem o cérebro e a medula espinhal.

meningiteA meningite meningocócica é um tipo de meningite bacteriana que é causada pela bactéria Neisseria Meningitidis. Geralmente, a meningite meningocócica surge na primavera e no inverno, afetando especialmente crianças.
A meningite meningocócica tem cura, mas o tratamento deve ser inciado o mais rápido possível para evitar sequelas neurológicas, como surdez, por exemplo.
Sintomas da meningite meningocócica
Os sintomas da meningite meningocócica podem ser:
  • Febre acima de 38º;
  • Forte dor de cabeça;
  • Náuseas e vômitos;
  • Rigidez na nuca, com dificuldade para dobrar o pescoço;
  • Sonolência e cansaço excessivo;
  • Intolerância à luz e ruídos;
  • Manchas roxas na pele.
Os sintomas da meningite meningocócica em bebê podem, ainda, incluir moleira tensa, agitação, choro intenso, rigidez do corpo e convulsões.

Tratamento para meningite meningocócica

O tratamento para meningite meningocócica deve ser feito no hospital com injeção de antibióticos na veia, como Ceftriaxona, durante cerca de 7 dias.
Durante o tratamento, os familiares devem utilizar máscaras de proteção sempre que visitarem o paciente, uma vez que a transmissão da meningite meningocócica ocorre através das secreções respiratórias.
Prevenção da meningite meningocócica

A prevenção da meningite meningocócica pode ser feita com o uso de vacinas para meningite incluídas no calendário de vacinação da criança, assim como:

  • Evitar locais com muitas pessoas;
  • Manter os cômodos da casa bem ventilados;
  • Evitar lugares fechados;
  • Ter boa higiene corporal.
Além disso, os indivíduos que estiveram em contato próximo com o paciente devem ingerir antibióticos orais para evitar que a doença surja.
Sequelas da meningite meningocócica

As sequelas da meningite meningocócica incluem:

  • Perda da visão ou audição;
  • Problemas cerebrais graves;
  • Dificuldade em aprender;
  • Paralisia dos músculos;
  • Problemas cardíacos.
As sequelas da meningite meningocócica, normalmente, surgem quando o tratamento não é feito de forma adequada.

FonteFDr. Arthur Frazão / Clínico geral

Tipos

A maioria dos casos de meningite é provocada por vírus ou bactérias, mas a doença também pode ser transmitida via fungos. Outros fatores também podem desencadear num quadro de meningite, como alergias a determinados medicamentos, alguns tipos de câncer e também inflamações.
Conheça os principais tipos de meningite existentes:

  • Meningite viral
  • Meningite bacteriana
  • Meningite fúngica.

Esses três tipos podem levar a um quadro de meningite crônica.
A mais comum das meningites é aquela causada por vírus, mas há casos também da doença provocada por bactérias. Menos comum, a meningite causada por fungos também pode surgir.
A meningite viral pode ser causada por diversos tipos de vírus e é a forma mais comum e menos perigosa de meningite, pois muitas vezes nem exige tratamento. Os vírus causadores da meningite podem ser transmitidos via alimentos, água e objetos contaminados e são mais comuns entre o fim do verão e o começo do outono.
Meningite bacteriana é a mais grave de todas. Ela ocorre geralmente quando a bactéria entra na corrente sanguínea e migra até o cérebro. Pode acontecer, também, de a doença ser desencadeada após uma infecção no ouvido, fratura ou, mais raramente, após alguma cirurgia. Existe mais de uma bactéria capaz de transmitir a doença.
Minha Vida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo