CotidianoGeralPolícia

Médico legista fala sobre o crime do jovem que teve o corpo queimado após ser morto a facadas em Laje

198168Um homem de 28 anos, teve o corpo incendiado após ser morto por diversos golpes de faca. O crime ocorreu em uma fazenda no distrito de Ribeirão zona rural do município de Laje que faz divisa com as cidades de Mutuípe, e Amargosa. Segundo informações da Polícia Civil, Adilson Sousa Cardoso, foi morto a facadas após ter a propriedade atacada. Ainda não se sabe quantas pessoas participaram do ato.

Em entrevista a uma emissora de rádio, o médico legista Lino Oliveira relatou a cena brutal encontrada no local. Segundo o perito, sinais de arrombamento e luta corporal foram visualizadas, no entanto não foi possível identificar se de a faca encontrada no local foi usada na ação, “encontramos uma cena bárbara. Iremos fazer a análise do sangue para saber de fato  este pertence a vítima”, relatou.

Lino acrescentou que o corpo estava completamente carbonizado o que dificultará um estudo minucioso. Ainda de acordo o legista, a vítima pode ter sido surpreendida quando estava dormindo, “encontramos um vasilhame com vestígio de gasolina. Ainda iremos fazer um parecer para saber de fato que a substância encontrada foi a usada para atear fogo na vítima”, acrescentou.

O corpo de Adilson foi encaminhado para o Departamento de Polícia Técnica de Santo Antônio de Jesus onde será necropsiado. a polícia civil investiga autoria e motivação do crime. As informações são do Voz da Bahia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo