Geral

Martagão realiza ato em protesto contra crise financeira das filantrópicas

O Hospital Martagão Gesteira realizou, nesta terça-feira, 17, um segundo ato em protesto contra a grave financeira que aflige instituições filantrópicas de todo o país. Uma faixa preta foi estendida na fachada lateral do Martagão e colaboradores usaram laços pretos em forma de luto. O hospital tem um déficit mensal estimado em R$ 700 mil para 2022.

A campanha nacional que destaca o subfinanciamento do SUS está sendo liderada pela CMB Santas Casas, entidade que congrega mande de 1.800 federações de santas casas e hospitais beneficentes do país.

Além do subfinanciamento, hospitais de todo o país enfrentaram a inflação, com aumento nos preços de equipamentos e medicamentos. Atualmente, os preços não retornaram à normalidade.

“Vivemos uma situação sem precedentes que combina inflação e defasagem dos contratos. O risco de desassistência é iminente. Por esse razão, a campanha da CMB é altamente relevante. E o Martagão é mais um exemplo de instituição filantrópica do país que precisa do apoio de todos os setores da sociedade”, ressalta o presidente da Liga Álvaro Bahia (mantenedora do Martagão), Carlos Emanuel Melo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo