Política

Mário Kertész diz que Pelegrino faz parte de “time que joga junto, mas não faz gol”

O candidato à prefeitura de Salvador, Mário Kertész (PMDB), criticou o discurso do concorrente Nelson Pelegrino (PT) sobre a necessidade de parceria com os governos estadual e federal, afirmando que se trata de um “time que joga junto, mas não faz gol”. Um exemplo citado pelo candidato é o Pelourinho, que, segundo Mário, foi esquecido pela administração estadual petista que, por sua vez, atribuiu a responsabilidade da situação do local à antiga gestão de Antônio Carlos Magalhães. “Salvador tem que ficar dividida entre forças?”, indagou o candidato. O peemedebista garantiu retomar a FAEC, que realizava obras de infraestrutura num curto período, para promover o desenvolvimento da cidade. “A FAEC fazia passarela em pouco mais de 20 dias. Eu fiz 19 passarelas, mas as obras de hoje andam a passos de cágado. Salvador precisa de um prefeito com capacidade de liderança e que sabe fazer”, pontuou durante a propaganda eleitoral desta quarta-feira (12). (Amanda Barboza)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo