Entretenimento

Marcius Melhem processa Dani Calabresa e pede R$ 200 mil de indenização por danos morais

Acusado de assédio sexual e exposto publicamente, Marcius Melhem decidiu “contra-atacar” e processou Dani Calabresa por calúnia e difamação. Na ação, protocolada nesta quinta-feira (14), na Vara Civil de São Paulo, o comediante pede indenização de R$ 200 mil, que será doada para Associação de Assistência à Criança Deficiente (AACD), caso saia vencedor.

No processo, o advogado de Melhem, Marcello de Camargo Teixeira Panella, apresenta mensagens de áudio e texto que, segundo ele, comprovariam a intimidade entre ele e Dani Calabresa entre 2017 e meados de 2019, que segundo ele, comprova que o tratamento de Dani a Melhem “é absolutamente incompatível com aquele esperado de uma sedizente vítima de assédio”.

“Era rotineira a troca de mensagens, tanto pessoais como profissionais entre ambos: Daniella enviava matérias que queria ver comentadas pelo Autor, reclamava do conteúdo de outras produções, desabafava sobre insatisfações diversas – profissionais e pessoais. O tom jocoso e íntimo era constante no tratamento entre ambos. Entre Autor e Ré eram comuns as brincadeiras, inclusive de natureza sexual. Mas nada aí havia de constrangedor, abusivo ou imposto”, afirma.

Sobre a acusação de assédio sexual, Melhem diz no documento que trocou “beijos e carinhos, de forma absolutamente consensual” com a atriz. Ainda de acordo com o texto do advogado, a ação busca mostrar que “a relação pessoal e profissional entre o autor e a ré se manteve harmoniosa, com a mesma afetuosidade, nos meses e nos anos seguintes”.

Além do valor de indenização, Melhem também cobra todo o custo do tratamento psicológico que fez entre fevereiro e dezembro de 2020, no valor de R$ 46.400,00, além de uma retração pública de Dani Calabrea. “A gravidade da falsa imputação do crime/delito de assédio divulgada perante diversas mídias e corroborada pela Ré (Dani Calabresa) tem repercussão nacional, impondo dano incomensurável à reputação e honra do Autor (Marcius Melhem). Além de ter sua vida profissional maculada de forma potencialmente irremediável, ganha relevo o reflexo da reprovabilidade pública de condutas delitivas/criminosas, como aquelas imputadas ao Autor, no âmbito familiar e social”, diz a defesa de Marcius.

As advogadas que representam Dani Calabresa e outras funcionárias da Globo entraram com um pedido de investigação de Marcius Melhem no Ministério Público no dia 17 de dezembro. Elas também pretendem entrar com um processo criminal contra o ator por ele ter divulgado os áudios de uma conversa com Dani e um pedido de indenização por danos morais à atriz.

Bnews

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo